FATORES PSICOLÓGICOS ASSOCIADOS À FALTA DE MEMÓRIA EM IDOSOS

programa Zen Sênior como recurso terapêutico – revisão narrativa e análise descritiva

  • Juliana Morgana Stedile Campos
  • Marluci Camila Gomes
  • Tamiris Nunes Markoski

Resumo

O envelhecimento pode provocar alterações cognitivas em idosos, especialmente na memória.
O objetivo deste estudo foi identificar os principais fatores psicológicos associados à falta de
memória em idosos através de artigos publicados nos últimos dez anos disponibilizados nas
principais plataformas de pesquisa do país e relatar as experiências vivenciadas com o programa
Zen Sênior, voltado ao gerenciamento de estresse e ansiedade desta faixa etária. Nos artigos
selecionados foram identificados ansiedade, estresse, depressão, autoeficácia e metamemória
como os principais fatores psicológicos relacionados à falta de memória em idosos, sendo estes
o foco principal quando este tema é investigado. Em seguida, foram apontados os fatores
socioeconômicos e clínicos. Entretanto, as pesquisas não apontaram dados significativos para
respaldar os efeitos destes no uso na memória. Face a esta dubiedade de fatores, torna-se
essencial que as práticas de saúde voltadas ao idoso atuem na interdisciplinaridade focando
essencialmente na saúde mental. Para tal, o programa Zen Sênior da Unimed Litoral contribui
neste aspecto com o intuito de amenizar os impactos dos fatores psicológicos no desempenho
da memória dos idosos.

Biografia do Autor

Juliana Morgana Stedile Campos

Psicóloga de Atenção Integral à Saúde, especializada em Neuropsicologia, atua na Unimed Litoral com grupos de promoção à saúde.

Marluci Camila Gomes

Psicóloga de Atenção Integral à Saúde, especializada em Neuropsicologia, atua na Unimed Litoral com grupos de
promoção à saúde.

Tamiris Nunes Markoski

Nutricionista de Atenção Integral à Saúde, Mestre em gerontologia UFSM-RS, atua na Unimed Litoral com grupos de promoção à saúde.

Publicado
2019-10-31