UM ESTUDO DE COMO O PROCESSO DE COACHING PODE SER UM ALIADO NO TRATAMENTO DO CÂNCER

  • Silvana Chiaretto Universidade Fumec e Faculdade Unimed
  • Cristiane S. dos Santos Lima Universidade Fumec

Resumo

O processo de coaching como um aliado no tratamento oncológico é o tema de estudo deste
artigo, tendo como objetivo principal compreender como o coaching influência e impacta na
vida das pessoas em tratamento do câncer. Como metodologia de estudo, foi efetuada uma
revisão bibliográfica sobre o tema e uma pesquisa telematizada. Observou-se que a busca por
uma autorrealização, apoio efetivo e motivação é uma necessidade que acompanha pessoas em
tratamentos oncológicos os quais os profissionais da saúde estão longe de suprir. Ao final do
estudo considerou-se que o coaching pessoal pode trabalhar na área de saúde para ajudar o
paciente a progredir no tratamento. Para tanto, considera-se que o processo de coaching é um
suporte para superar grandes dificuldades na busca por um objetivo ou meta. Sendo assim, o
coaching pode ser uma ferramenta de impacto positivo, de apoio e mudança de hábito, na vida
de pessoas em tratamento do câncer.

Biografia do Autor

Silvana Chiaretto, Universidade Fumec e Faculdade Unimed

Mestre em Administração pela Universidade FUMEC. Especialista em Comunicação e marketing pelo UNIBH e graduada em Comunicação Social pelo Unicentro Newton Paiva.

Cristiane S. dos Santos Lima, Universidade Fumec

Aluna do MBA em Gestão Estratégica de Pessoas da Universidade Fumec. BH/MG/Brasil.

Publicado
2020-02-29